sábado, 9 de agosto de 2008

Ação - Parte 3

_ Alô. Estou chegando em vinte minutos.

Desligou o telefone e caminhou para o carro. Não queria saber se ele poderia recebê-la, se estava sozinho, se desejaria vê-la. Precisava dele naquela noite, queria provar a si que conseguia ser mais forte que sua alma. E que poderia esquecer tudo, poderia sentir e deixar quando assim desejasse.

Pensou.

Daria sua vida para que não o tivesse visto. Por quê encontrá-lo assim, daquela forma? E aquele sorriso...ah, aquele que a acolheu um dia. O sorriso em que confiou sua alegria. Confidenciou seu futuro, partilhou seu desejo. Por sua falta, havia enrijecido o seu, antes largo e permanente.

Deixou que ele enxertasse seu coração, tão rasgado por todos os anos. Só não sabia que ele faria isto só para ter o prazer de lapidá-lo a golpes de navalha. Sentia-se presa como à uma corda elástica àquelas lembranças. Conseguia andar alguns longos passos, mas quando pensava estar em outras nacionalidades, recebia uma rasteira e voltava arrastada para o início de tudo.

Verdade era que todos os anos se passavam e ela permanecia. Seu desapego não era real. Gostaria que fosse, mas não era. E sofria por encenar roteiros cujos cenários estavam trocados. Deveria viver para a vida, não para o tempo. Era preciso sentir o seguir...

_ Estou surpreso. E feliz. Venha...

Não permitiu que ele dissesse mais nada. Consentiu afeto a si. Suavizou-se ao sabor dele.
Dentro de si um estrondo não calava.

Angústia.

Continua....

31 comentários:

Douglas Lopes disse...

POis é fernanda, o programa não sabe muito bem o que é pono final, interrogação, exclamação.. hehe ele simplismente desanda a falar tudo que que tá escrito se emoção nenhuma. O legal é ver que a tecnologia está evoluindo, quem sabe em versões futuras eles nao ensinem o vozMe a falar direitinho neh?

abração!

Edu França disse...

Tem uma contista surgindo por aqui Olha esse café de entrada é fabuloso!

Mikael Ferreira disse...

e que venha as outras partes
legal'z

Felipe disse...

Vou ler as outras parte para poder dar um comentário melhor!

http://vaidurmi.blogspot.com/
Vai durmi!!!

Flavitcho disse...

A gente pode até conseguir fingir bem pros outros. Mas pra gente mesmo, não tem como se fazer de bobo.
E aí vêm as angústias.

O sorriso de antes tão acolhedor que agora machuca e faz sofrer!

Karla Hack disse...

" Deixou que ele enxertasse seu coração, tão rasgado por todos os anos. "

Show de frase!!
O testo todo foi envolvente e poético..
Mto bom msm!

;D

bjus

Rubens Mimoso disse...

Será que conheço essa história?????
rsrsrsrs
voltei!!!!!!!!
amei o depoimento
o seu vai chegar ainda viu
bjo

Anônimo disse...

Filha, sao belas palavras que nos deixam emocionados, mais isso nos mostram que vc esta no caminho certa, seu futuro e ser jornalista. Va em busca desse sonho que vc sera uma proficional brilhante. Parabens. Beijos

Felithy disse...

Vou salvar o blog no favoritos e ler outras partes, pegar o texto na terçeira fica dificil.

Uma dica: Coloque a data da proxima parte,para os internautas voltarem no blog quando ler ler outras partes

Thatha disse...

Você escreve muito bem...gostei da historia...vo esperar a continuação...^^

Strider disse...

Eu bem gostaria de um café agora. Você podia escrever um livro de verdade e dar uma palestra de divulgação na Livraria Cultura, no Recife. Eu estaria na primeira fila.

instantes e momentos disse...

belo post, belo blog. Gostei daqui. vou voltar com certeza,
Maurizio

Rodrigo disse...

Muito legal lol

Anônimo disse...

Hummm este blog é muito bom, gosto muito assim de blogs com jeitinho de sala de estar bem receptivo e estimulante a leitura.

[:: BLOGdoRUBINHO ::]
www.blogdorubinho.cjb.net

riq15 disse...

vo começar da parte 1, opinião daqui a pouco
^^
mas parece mto legal
xD

Blogueiro - Leandro R. disse...

Bem Inteligente, gostei.

Invista no layout e tera um excelente blog em mãos!

http://semtosquices.blogspot.com

Euzer Lopes disse...

Quando o amor vira O pilar que sustenta toda uma existência, mais que uma obsessão, vira uma doença.
Se for assim, é bom remediar.
De que forma? Atitude, nem que seja naquele raroo rompante de lucidez que a alma se permite.

riq15 disse...

Li tudo e achei exeleeente
continue escrevendo, e eu continuarei lendo

greatdj disse...

Adoro textos com continuação espero que não me decepcione
tive de ler tudo, é claro
hehe

Mayna disse...

Não passava por aqui há algum tempo, e agora chego e já pego a terceira parte de um belíssimo conto. "Suavizou-se o sabor dele" - Não há nada melhor que o sabor do outro, sentir o outro e saber que que é recíproco.
Muito bom!

Se puder passa lá
http://maynabuco.blogspot.com

O Autor, disse...

Encontrei o Blog de uma futura escritora. Ou seria atual?

Gambilandia disse...

Muito bom mesmo, continue assim, vc devia procurar alguma editora revista para publicar esses seus textos

Jonatas Fróes disse...

Fiquei meio que flutuando na história porque não li as demais partes, mas vou procurá-las. No momento só posso dizer que algumas frases são muito impactantes e conferem uma boa leitura. Você escreve muito bem!

;*

http://musica-holic.blogspot.com/

Hugo disse...

OWwww
Show o texto!
Parabéns

Abração e agente fica no aguardo para os próximos capítulos

www.blogdohugo.com

Su disse...

Às vezes nossos sentimentos nos golpeia!!!
Abs

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

Concordo com muito por aqui.
...E que venha outras partes...
Seu texto é redigido com maestria.
Estou amando.Um grande abraço

Ricardo Jung disse...

cruel... como a realidade

a alma diz, venha... como você é, é assim que eu quero que você seja... numa inspiração amorosa platônica cobainiana... mas nada que uma mente confusa e um coração destroçado não faça se esquivar

tomara que não continue em fuga... como tanto faço e já fiz

Edu França disse...

Meu anjo briblar o mundo é fácil, briblar os pensamentos de travesseiros é que são elas!!

Natty disse...

Eu nao resisto a um blog com contos, poesias e afins... adorei! ótimo texto...

Lidianne Andrade disse...

q venham as outras partes
amei!!!

Pedro Pyratero disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
 
Creative Commons License
Degustação Literária by Fernanda Fernandes Fontes is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.