sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Sangue, essências e aromas

Estou farta de belezas poéticas que não mais me alimentam. Do temor que me assombrou pela manhã, quando de sonhos acordei aflita: findavam os livros, que momento chegara que as letras se acabaram. Percebi que minha vida não era de viver. Era de ler.

Já não quero compreender, apenas sentir meus enganos. Nem sempre é bom ser poeta. Cria-se estória com tudo, até com a vida.

E quando de remendos vejo versos que me germinaram a alma - contrários também são verdadeiros - atiro-os a quem quiser conotá-los à vida de frouxos laços.

Que a amplidão do mundo embaralhe este emplastro de letras e extraia delas força a unir e não separar. Já que a vida carece ser acolhida, não a deixa ao dissabor do tempo.

11 comentários:

Val disse...

"A finalidade da arte é dar corpo à essência secreta das coisas, não copiar sua aparência". (Aristóteles)

Flavitcho disse...

vida de viver nem todo mundo tem. ou nao consegue ter.
mas se a gente tentar, consegui sim.
:)

:*

Jenneffer Keffer disse...

Oii

Passe no meu blog q tem selo pra vc!
http://jkdesaltoalto.blogspot.com/

Bjs

Joshuatree disse...

Ahhh senhora ! Essa ternura que tu impregnas às palavras, me faz chorar... É um choro de regozijo,tudo o que preciso pra dormir e sonhar.

Águas de Março disse...

Perfeito!
Exatamente isso!
beijo menina.

tossan disse...

Fernanda mesmo que tu não pegues a caneta, papel ou teclado, terás a poesia em teu olhar. Viver é uma poesia! Viver é melhor que sonhar, já disse o poeta. Espero que isto seja apenas um ótimo e lindo texto. Beijo

Euzer Lopes disse...

A questão, Branquinha, é que com a vida você escreve uma história.
Não uma história para ser lida, mas para ser lembrada.
Porque vida vivida é vida que não se esquece.
Está tudo escrito no caderno da alma.
Em letras garrafais

Luciana disse...

Vim conhecer o seu blog e gostei.
A gente se inspira na luz dos outros... que nunca lhe falte ar límpido e luz cristalina para escrever.
Muito bacana o seu espaço..... sou mais uma seguidora.

Lu_bueno @>-->>------

...:::Emanuel Moura:::... disse...

Olá... muito obrigado pela visita ao meu blog(inho).. rs.. O seu é um blogão!!! Tem doçura, descoberta, revelação.
Parabéns pela firmeza, liberdade e ousadia de se deixar revelar na união mágica das palavras.
Meu msn pra vc: moura.emmanuel@hotmail.com

Filipe M. Vasconcelos disse...

"Estou farta de belezas poéticas que não mais me alimentam"...

Posso confessar-lhe que o pior de tudo é quando ficamos fartos de nossas próprias belezas poéticas, quando olhamos para o que escrevemos e queremos nos afastar daquilo... como o pai que recusa teu filho.. quando olhamos para dentro de nós mesmos e não enxergamos nada bonito para colocar para fora..

sticker disse...

Runescape Account
Runescape Accounts

 
Creative Commons License
Degustação Literária by Fernanda Fernandes Fontes is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.