quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Quem me leva os meus fantasmas - Pedro Abrunhosa

"Tropeçava no riso, abraçava venenos.
De costas voltadas não se vê o futuro
Nem o rumo da bala
Nem a falha no muro.
E alguém me gritava
Com voz de profeta
Que o caminho se faz
Entre o alvo e a seta.
Quem leva os meus fantasmas?"

Um comentário:

* Little Blue Owl disse...

Lembrança de uma época que já foi. Que já não pode ser. Medo, medo de seguir em frente e se machucar de novo, mas afinal de contas, não há vida se não arriscarmos, certo?!


Adorei o teu cantinho!

 
Creative Commons License
Degustação Literária by Fernanda Fernandes Fontes is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.