sábado, 5 de julho de 2008

Rubra noite

Jogo os dados: nove.

Vermelho. Pinto os lábios de vermelho. Os olhos, já negros, são reforçados com traços de escuridão. Nas maçãs do rosto, um leve toque que sugestiona vitalidade. Vestido preto, com um acentuado decote. Pés elevados por uma sandália alta. Cabelos presos, nuca nua.

Jogo os dados: nove.

Para os dias monocromáticos, vermelho. Dos meus pés ao céu. Faz frio, sinto o vento cortar minha pele. Assim é melhor, assim me sinto viva.

Jogo os dados: nove.

Sim, leva-me. Desejo dançar ao seu som. Erguer-me à sua voz. Ir por tuas palavras.

Jogo os dados: cinco.

Colorir o céu, fragmentar o ar... ir e vir. Ao seu sabor, ao gosto de uma nova nuance fervente. Ensandecer à tua presença. Esquentar-me ao seu calor.

_ Sim!, podemos ir agora.

26 comentários:

Grupo Saber Viver disse...

Muito bém escrito parebéns.
http://gruposaberviver.blogspot.com/

Flavitcho disse...

É assim quando se vive os bons momentos.

Beijo.

caio arroyo disse...

Quando se da valor aos pequenas coisas da vida, tudo tem um novo sentido e tudo tem um valor extra

Lya Lopes disse...

Uhn, confundi-me com os dados, mas o restante da descrição me lembrou a mim.

Veiga disse...

n entendi nada... mas eh bonito.

Pedro Pyratero disse...

não entendie
http://pedropyratero.blogspot.com/

Riku disse...

A vida não é um jogo de dados... Mas, muitas vezes, lembra um... Com certeza, em vários momentos, podemos pensar: "Tirei 1 agora..." e o oposto também acontece, mas no fundo, tudo de nós depende... Não faz diferença entre tirar 1 e 6 caso nossa atitude faça a diferença! Nossa postura faz toda a diferença...

Bruna *Lovegood* disse...

Sim, podemos ir agora!
Eh um modo de se sentir viva mesmo, feminina, linda, implacável, imbatível, inimaginével em toda sua beleza e delicadeza de uma rosa.

Garotos, perto de uma mulher, são só garotos! ;)
Bjo.

Fábio Buchecha disse...

É impressão minha ou a noitada terminou às 5 da manhã?

(aff... continuo péssimo para analisar poemas, contos, prosas e afins)

=P

___________________________________
TemPraQuemQuer

Ana disse...

pensei em escrever a mesma coisa que o bochecha...concordo com ele quanto à comentar poemas etc. mas, sabe, gostei porque me fez para pra pensar.
www.analucianicolau.adv.br

Grupo Saber Viver disse...

Gosto de poesia e escrevo também , porém é muiito difícl comentar.
Mas pessoalente gosto muito das suas!
http://gruposaberviver.blogspot.com/

Beatriz disse...

Uma cena cotidiana vista com os olhos da poesia, isso sempre me agrada.

Euzer Lopes disse...

Jogar os dados.
Dançar ao seu som.
Poético.
Intenso.
Romântico.
Carnal!

Thaíssa Vasconcelos disse...

Ahhh...me prendi bastante com o pintar os lábios de vermelho...isso anda me indentificando bastante ultimamente...claro com um sentido simbólico, tal como aparece em seu texto!

slim shady disse...

Ir ao jogo do Mengo ?

infox comp disse...

Vim retribuir a visita...

Obrigado!

Sobre o programa que eu falei no meu site é seguro sim, nunca tive problemas!!!


http://infoxcomp.blogspot.com/

niagarafools disse...

Olá, estou retribuindo a visita! Seu comentário está lá no meu blog! rs

Belo texto, as descriçoes seguindo o rolar dos dados foi ótima. Mas admito, gostei mais do seu perfil. Gosto muito de gente sincera.
Um abraço!
Até mais.

EFRAIM disse...

Gostei muito deste texto... vestido preto, decote, cabelo preso, lápis nos olhos, batom vermelho... VC ACERTOU MEU PONTO FRACO QUANDO VEJO MULHERES ASSIM! Vc escreve bem e ainda por cima imaginei os acontecimento sde seu texto ouvindo Lullaby que é uma música do The Cure!

Lica disse...

uau, Mulheres tudo isso para sair,
Minhas hermana faz isso para ir pegar cartas no predio, rsrsrs
eu tbm sou assim , e ainda sim sair com alguem minimo horas pra se arrumar,

bjokas um jogo msm
http://deslica.blogspot.com/

Catarina disse...

Vc tah me surpreendendo...
bela descrição do 'jogo da vida' q nos envolve 'diariamente'...
qta musicalidade!!!hehhe
minhas interpretações estão um tanto qto distorcidas ultimamente... não ligue hein?!!
saudades amiga

Danilo Moreira disse...

Há certos momentos que o melhor é jogar o dado e esperar o resultado.

Imaginei uma dama toda de vermelho. Isso é poetico, me fascina.

Bjs!!!

Obrigado pelo comentário no meu blog.

Que tal rever algumas pérolas?

Que pérolas?

Então, confira:

----------------------------------
Sessão Nostalgia 3

http://emlinhas.blogspot.com/

EM LINHAS...
Quando as palavras se tornam o nosso mais precioso divã.
----------------------------------

ruth disse...

Nossa Fê,como está tudo tão chic.Maravilhosos os seus poemas.Todos muito bem escritos.Sucesso amiga.Beijos

Ricardo Jung disse...

autenticidade e qualidade são os clichês ao se dizer um comentário hipocrisomorfológico, como esse

bão pa caraio

poemas bebíveis e embebedáveis são os melhores, parabéns mesmo... voltarei sempre pra tomar um café aqui


suco de ácido de sangue de boi nóis tem:

http://artepoiesis.blogspot.com/

Ricardo Jung disse...

hoje perguntei ao meu irmão de 11 anos, "pra onde eu vou, esquerda ou direita?

ele disse esquerda, e eu fui tocar guitarra e ouvir música... se ele dissesse direita eu ia no banco negociar uma dívida

jogar dados me pareceu bem sujestivo

Flavitcho disse...

olá... passa lá no divagando que tem um selo pra ti. ^^

Michell Niero disse...

belo monólogo de duas cenas. Descrições secas e necessárias sob um clima escuro e fechado.

 
Creative Commons License
Degustação Literária by Fernanda Fernandes Fontes is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.