sábado, 11 de outubro de 2008

Desejo de solidão

"...Que minha solidão me sirva de companhia. Que eu tenha a coragem de me enfrentar. Que eu saiba ficar com o nada e mesmo assim me sentir como se estivesse plena de tudo." Clarice Linspector.

Quero estar só, tendo por companhia saborosa bebida que alimenta meus versos. Hoje não te desejo, não se sinta por isto. Saia só, dizemos ser bem um ao outro. Mas agora, o bem para mim se faz por meus versos bordados. Pelo calor desta bebida que me aquece. Entenda.

Cansada da presença de todos estou, preciso de mim. De cuidar de meu viver. Quando deste desejo, ouço por outros diferença. Nova é minha vontade. Não busco compreensão, entendimento. Busco concretizar meu desejo, e assim, aqui estou, realizando-o. Quero adormecer em minhas palavras. Bebe-las e ler meu vinho...

Ouço desprezar tua vontade. É cedo para o que me pede.Talvez me descortine um dia,ou canse de me oferecer o que não posso receber. Não seria justo contigo. Minha sazonalidade é o que sou. Nada mais.

Mesmo reclusa, vejo que julgam meu tino. Tanto disseram para florescer esta, que o fiz.Mas por tuas palavras me despertei. E amanheci...não há mal, não há perigo. Agora, só inquietude.

O telefone toca. Me chamam... devo ir, melhor assim.

13 comentários:

Flavitcho disse...

Solidão é triste e dá uma angústia ler essa sensação assim tão bem retratada.

Mas o telefone tocou, vai que ela acaba.
^^

Euzer Lopes disse...

Sabe como é o nome disso? "Tomar fôlego"
Por mais angustiante que seja, que pareça, muitas vezes é preciso fazer isso. Tomar certas atitudes de reclusão, para que a alma ganhe ânimo para encarar a beleza da vida.
E nessas horas, nada melhor que beber suas palavras enquanto lê um bom vinho.
Sozinha! Mas nunca solitária.

Filipe M. Vasconcelos disse...

"Cansado da presença de todos estou"...
É interessante como que, às vezes, alguém escreve algo que nos torna consciente de algo que não percebíamos antes. Eu me identifico com esse verso..
Aliás.. me identifiquei com esse blog por inteiro..rs
Beijos no coração!

------------------- disse...

Ter a solidão ao lado muitas vezes é fundamental,só assim somos capazes de ficarmos cientes de nós mesmos.
A melancolia desses momentos passa a ser extremente prazeirosa quando se sabe aproveita-la.Belo texto,com sempre.
Abraços...

ohshittt disse...

hj em dia não eh dificil estar sozinho no meio de uma multidão...mais de um jeito ou de outro sempre encontramos alguém q nos tire dessa solidão ^^

30 e poucos anos. disse...

Qdo estar sózinho não for mais um peso, qdo for agrdável e prazeiroso estar com vc mesmo, vc estará pronto para enfrentar uma nova solidão....!!!!

****Josi**** disse...

Se voltar pra dentro é bom pra se conhecer, e se fortalecer, as vezes é impossivel fazer isso em meio aos outros. A solidão, por vezes, nos traz isso. O mergulho em nós pode ser muito proveitoso, por vezes podemos dar vida à coisas belas, tais como esse texto, que não fosse o estar só, podeira não teria existido.

Diego disse...

falar de solidão é triste...
dá uma certa angústia...

Catarina disse...

Gentiiii...
num eh q ter dispensado o show e ter ficado em casa num sabado a noite valeu a pena?!!!
Perdeu o show (e a companhia - q apareceu por lah viu?!!), mas escreveu um belo texto!!!
Concordo em partes...
Bjuuu chatonilda!

João Rafael disse...

Só como a alma de uma pedra, nunca percebida, mas viva e sábia como a incitante e sólida manisfestação da solidão, da soltura, do só, do sim e do não. Um verdadeiro lago do eu. Um subversivo convite para ser o que sua própria mente sugere.

Mnemosine disse...

essa "sozinhidão" é de todos nós.

Rubens Mimoso disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rubens Mimoso disse...

De onde vem o sofrimento? da nossa natureza ou do ambiente que nos deixa assim?
Haja variáveis...
adorei
bjo

 
Creative Commons License
Degustação Literária by Fernanda Fernandes Fontes is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.