domingo, 12 de abril de 2009

Sua

"Todo o existente nasce sem razão, prolonga-se por fraqueza e morre por encontro imprevisto".
Sartre

Sua falta de jeito em lidar com o mundo; sua fuga no olhar - que não vem - quando encontra o meu; sua transpirante timidez em que me adentro...

Não gosto do que tu és. Eu gosto do que sou quando em ti. Da força que me vem, do meu domínio, das fronteiras que ultrapasso. E do seu gosto. Do seu pedir mais. Sorrindo, impero sob tua quietude, digo chega! E eu gosto. E você, pede mais.

A melancolia que pende em teus ombros; a surpresa de ver-te sem roteiro, sem rima; o gozo do gosto teu sob meu reino...

Lambuzo teu olhar e me fortaleço com o não saber de ti. E o som aumenta. Ele me fala, eu não quero saber! Eu quero você, e não ele. E mesmo sem saber você gosta. E pede mais. Mais de mim. E eu gosto. E me dou mais e digo chega! E você pára. E vem...e eu gosto. E você gosta. E pede mais...e eu vou. E eu sou.

Sua.

9 comentários:

Andreia disse...

Olá Fernanda! Que lindo texto, profundo...
Gosto do jeito que escreves!
Bjsss e uma Páscoa doce e muito feliz para você e sua famíla!!!

Annanda Galvão disse...

que feliz surpresa!
muito bom o jeito que você escreve!!
parabéns!
me lembrou um trecho de caio fernando abreu...
"e novamente vem e me tomas..." alguma coisa assim..
bjbj!!

Joshuatree disse...

Intempestivo ! Tem mesmo o jeito que imagino em ti. Um pouco de permissividade controlada.

Gosto de imaginar, quando te leio.

Maravilha, beijo no coração.

tossan disse...

Personalidade a flor da pele com poesia. Gostei muito Fernanda, e dos versos deixados no klic também. Beijo

A.S. disse...

Fernanda,

As palavras agitam-se,
perturbam-se,
sábias, ágéis e sedutoras...
Ao longe, os sonhos tecem luz!...


Ternos beijos...

João Rafael disse...

Por vezes sou suas palavras. Por vezes vou dentre todas elas...

Catarina disse...

Putz!!!

conversamos disso ai q vc escreveu semana passada.
Linda a maneira como vc se expressou agora...

Vc tem se superado na maneira de manifestar o sentimento dos 'amigos'.

Gostei :P

Filipe M. Vasconcelos disse...

Minha amiga.. permita-me realizar uma análise racional e emocional desse poema..? Bom.. mesmo antes de saber sua resposta, irei "analisar"...

Racionalmente: faltou-me compreensão quanto ao negrito. O poema parece dar um sentido de que os versos negros carecem de uma atenção diferenciada dos versos brancos. Eu devo estar viajando..rsrs

Emocionalmente: essa é a melhor parte...rs
Seu poema causa um impacto ambíguo. Ao mesmo tempo que o narrador quer dominar, parece ser escravo da relação. É uma espécie de imperativo submisso (viajei agora, né?). E foi isso que me atraiu.. existem mais coisas nas entrelinhas desses versos que se possa imaginar..

Adorei o poema minha amiga..
Perdoe-me qualquer inconveniência!!

lin disse...

視訊做愛,免費視訊,伊莉討論區,sogo論壇,台灣論壇,plus論壇,維克斯論壇,情色論壇,性感影片,正妹,走光,色遊戲,情色自拍,kk俱樂部,好玩遊戲,免費遊戲,貼圖區,好玩遊戲區,中部人聊天室,情色視訊聊天室,聊天室ut,成人遊戲,免費成人影片,成人光碟,情色遊戲,情色a片,情色網,性愛自拍,美女寫真,亂倫,戀愛ING,免費視訊聊天,視訊聊天,成人短片,美女交友,美女遊戲,18禁,三級片,自拍,後宮電影院,85cc,免費影片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,美女,成人圖片區,avdvd,色情遊戲,情色貼圖,女優,偷拍,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站,成人論壇,080聊天室,色情

 
Creative Commons License
Degustação Literária by Fernanda Fernandes Fontes is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil License.